Postagem em destaque

Estudos Bíblicos em vídeo para Whatsapp. Prontos para Baixar!

Estudos Bíblicos em vídeo com tamanho e formato adequados para compartilhamento via Whatsapp. Clique em cada Estudo para ser direciona ...

Meditação Matinal Domingo, 12 de maio 2013

 Amém! Amém!

Todo o povo respondeu: Amém! Amém!, levantando as mãos. Neemias 8:6

Deus diz por meio do salmista: “Aquele que oferece sacrifício de louvor Me glorificará” (Sl 50:23). A adoração a Deus consiste principalmente de louvor e oração. Todo seguidor de Cristo deve se envolver na adoração. Ninguém pode cantar, dar testemunho ou orar por procuração. Como regra, muitos testemunhos envoltos em trevas nascem em cultos sociais [reuniões de oração], caracterizando-se mais pela murmuração do que pela gratidão e louvor.

Quando a palavra do Senhor foi falada antigamente aos hebreus, o Senhor disse a Moisés: “E todo o povo diga: Amém!” (Sl 106:48). Exigiu-se essa resposta, com fervor de coração, como evidência de que entendiam a palavra falada e por ela se interessavam. Quando foi levada a arca do concerto para a cidade de Davi, e cantaram um salmo de alegria e triunfo, todo o povo disse: “Amém!” (1Cr 16:36). E Davi se sentiu totalmente recompensado. [...]

Há muita formalidade em nossos cultos. [...] Devemos estar tão conectados com a Fonte de toda luz que possamos ser canais de luz ao mundo. O Senhor quer que Seus pastores, que pregam Sua Palavra, sejam possuídos da energia de Seu Santo Espírito; e o povo que ouve não ficará sentado em sonolenta indiferença, ou olhando vagamente de um lado para outro, sem corresponder ao que é dito. O espírito do mundo os tem paralisado, e não estão despertos para o precioso tema da redenção. As verdades da Palavra de Deus são dirigidas a ouvidos pesados e a corações duros, impassíveis. [...] Tais indivíduos desatentos e duros de ouvido demonstram ambição e zelo quando envolvidos em negócios seculares, mas as coisas de importância eterna não lhes atraem a atenção e o interesse como as coisas mundanas. [...]

Os cristãos abundantes em frutos estão conectados com Cristo e são conhecedores das coisas de Deus. A verdade e o amor de Deus são o tema de sua meditação. Banqueteiam-se com as palavras de vida e, ao ouvi-las serem proferidas do púlpito, dizem, como os dois discípulos que viajavam para Emaús na ocasião em que Cristo explicou-lhes as profecias relativas a Si mesmo: “Porventura, não nos ardia o coração, quando Ele, pelo caminho, nos falava, quando nos expunha as Escrituras?” (Lc 24:32).

Todos os que estão conectados com a luz deixarão sua luz brilhar ao mundo, e por meio de seu testemunho louvarão a Deus, por quem seu coração transborda de gratidão (Review and Herald, 1º de janeiro de 1880).



Fonte: CPB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...