Postagem em destaque

Receba nossos Vídeos de Meditações Diárias.(Um vídeo por Dia)

Envie uma mensagem para nosso Whatsapp para ser adicionado em uma de nossas listas de transmissão, para receber todos os dias um ví...

Meditação para o Pôr do Sol, 31 de Janeiro 2014


O sábado como prova de fé
Se desviares o pé de profanar o sábado e de cuidar dos teus próprios
interesses no Meu santo dia; se chamares ao sábado deleitoso e santo dia do
Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, não
pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falando palavras vãs, então, te
deleitarás no Senhor. Isaías 58:13, 14


  A promessa é de que aquele que confia em Deus se “deleitará no Senhor”.
Isso é possível em nossos dias? A história de Lita confirma essa promessa.
  Lita tem sete filhos e é divorciada. Ela era membro da Igreja Adventista
do Sétimo Dia em sua cidade natal. Mas considerou a morte de um dos
filhos um golpe muito duro para suportar. Por causa disso e de outras circunstâncias,
ela abandonou a igreja e mudou-se para a capital, a fim de se
livrar das lembranças de seu amado filho.
  A necessidade de alimentar os filhos fez com que ela trabalhasse aos
sábados em uma fábrica e, assim, ela se afastou ainda mais de Deus e da
família. Enquanto isso, a Igreja Adventista da região procurava um novo
lugar de culto e alugou uma casa exatamente atrás da casa de Lita.
  Curiosa por saber quem eram os novos vizinhos, ela ficou surpresa ao descobrir
que eram membros da igreja a que pertencera. O pastor e um instrutor
bíblico imediatamente a visitaram e retomaram os estudos bíblicos com Lita.
  Ao estudarem a respeito da observância do sábado, ela disse que trabalhava
de segunda a sábado e que teria dificuldades para guardar o dia
sagrado, visto que necessitava de dinheiro para sustentar os filhos.
  Nesse momento, Lita foi confrontada com as promessas da Palavra de Deus,
que disse por intermédio do profeta: “Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais
vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão” (Sl 37:25).
  Havia chegado o momento de Lita provar a fé por meio de sua decisão
entre Deus e o trabalho. Graças ao Senhor, ela decidiu confiar novamente
em Jesus e em Suas promessas. No sábado seguinte, foi a primeira vez em
que esteve com os filhos na igreja para renovar seu pacto com Deus pelo
batismo. Desde aquele dia até hoje, Deus não a desamparou.
  “O amor é o elo dourado que une os corações [...] e que une o coração a
Deus” (Testemunhos Para a Igreja, v. 3, p. 187).
Lita
União Peruana do Norte
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...