Postagem em destaque

Estudos Bíblicos em vídeo para Whatsapp. Prontos para Baixar!

Estudos Bíblicos em vídeo com tamanho e formato adequados para compartilhamento via Whatsapp. Clique em cada Estudo para ser direciona ...

Sermão: AS IRMÃS DE BETÂNIA




AS IRMÃS DE BETÂNIA
                                   S. LUC. 10:38-41


I. INTRODUÇÃO:

Resultado de imagem para marta e maria betania
A. OS LAÇOS ENTRE IRMÃOS – Iniciam muito cedo, é algo ímpar. É um laço para a vida toda. Um laço de amor, de partilha.
Irmãs! Essa palavra suscita imagens mentais, retratos de amizades, de relacionamentos, de carinho e grande amor.
Irmãs mais velhas, irmãs mais novas, irmãs consanguíneas, irmãs de coração, irmãs na igreja, irmãs de fé.
Quantos aqui têm irmãs? Que maravilha! Somos uma família hoje. Somos irmãs aqui. Somos irmãos aqui. Filhos do mesmo Pai.


B. HÁ VÁRIOS TIPOS DE IRMÃOS E IRMÃS MENCIONADOS NA BÍBLIA – Hoje iremos considerar apenas duas irmãs. As “irmãs de Betânia”, as “irmãs de Lázaro.”

II. MARTA E MARIA – S. LUC. 10:38-42


A. MARTA - Este nome significa: “Senhora ou dona.” A liderança assumida por ela indica que era a mais velhas das duas irmãs.  Talvez fosse viúva ou solteirona.
Marta era uma mulher ativa, dinâmica, trabalhadora, cheia de energia, de entusiasmo e bons motivos.
Marta mostrava grande afeto por Jesus, fazia tudo de modo especial para proporcionar conforto a Ele em sua casa.
Ela estava disposta a fazer tudo o que estivesse ao seu alcance para oferecer algo especial ao Mestre a quem ela amava tanto.
Marta desejava que tudo estivesse perfeito para Jesus. Marta queria apresentar um bom trabalho, uma casa limpa e arrumada, comida  gostosa; tudo impecável.
Marta desejava deixar Jesus confortável e feliz. Um bom motivo! Na verdade os motivos de Marta eram bons.
Como seria o mundo se cada um de nós desejasse prover conforto a Jesus? Como seria se cada um de nós tivesse como principal motivo tornar Jesus feliz?
O livro DTN, diz que, no lar de Betânia, na casa dos irmãos: Marta, Maria e Lázaro, Jesus “encontrava repouso, hospitalidade, companhia e alegria.”
“Ali naquele ambiente pacífico, Jesus recebia sincero acolhimento, pura e santa amizade.” “Ali Jesus podia falar com simplicidade, liberdade, porque sabia suas palavras seriam compreendidas e entesouradas.”
Você ficaria feliz em ouvir isso a respeito de seu lar? Se Jesus viesse para esta cidade em pessoa escolheria a sua casa por se sentir mais à vontade. Receberia Ele em seu lar, sincero acolhimento, pura e santa amizade?”
O que você teria de fazer antes de abrir a porta? Haveria livros e revistas a serem guardados nas prateleiras? Você teria que trocar o seu cardápio? Teria de mudar de canal de televisão, ou a estação do rádio? Teria que cuidar com as palavras ou a forma de falar com seus filhos?  
A viagem de Jericó a Betânia era cerca de 22 a 24 km e havia muitos morros. Marta conhecia essa estrada poeirenta. Marta sabia que Jesus estava cansado, empoeirado, com os pés doloridos, com fome e  sedento.
Marta estava ansiosa para oferecer a Jesus hospitalidade, descanso, companhia, amizade e conforto.
Só que Marta em sua ansiedade, em sua preocupação, em seu dinamismo, e entusiasmo, esqueceu a principal gentileza devida a seu hóspede.
ILUSTRAR – “Homens famintos comem muito, bebem muito. A água devia ser oferecida a eles a fim de que pudessem se lavar.
Talvez tenha sido oferecido um suco a Jesus e Seus discípulos enquanto descansavam um pouco antes do jantar.
Não havia pacotinhos de suco pronto ou poupa de fruta no freezer. O suco era preparado manualmente. O fogo devia ser cuidado e não havia alimentos prontos.”
Não é difícil compreender que Marta esta “ocupada em muitos serviços”. Não surpreende que ela tenha buscado ajuda. A ajudante óbvia era a sua irmã.

B. MARIA – Onde a encontrou? Sentada na sala, aos pés de Jesus, bebendo Suas palavras. Vejam, Maria também estava sedenta! Mas, sedenta da Água da Vida.
O nome Maria tem servido para designar mulheres mundanas, pecadoras, que se arrependem, que se decidem por Jesus, e escolhem a melhor parte que não lhe será tirada.
Maria deu provas evidentes de possuir sede ardente de ouvir dos lábios de Jesus a Palavra da Verdade.
Maria queria estar diante de Jesus, aprendendo, ouvindo, adorando, festejando, aconselhando-se, expondo seus sentimentos, derramando o coração e a alma.
Se você ler os evangelhos, descobrirá as pistas sobre o estilo de vida de Maria e encontrará um quadro não muito bonito.
Descobrirá que Ela é descrita como aquela que ungiu com bálsamo o Senhor e lhe enxugou os pés com seus cabelos.
O relato bíblico da festa na casa de Simão, registrado nos quatro evangelhos,  diz que Maria era “pecadora”e que seus muitos pecados foram perdoados.
Maria não preocupou com a crítica dos homens, com o que disseram sobre ela. Maria só temeu que Jesus pensasse que ela havia sido insensata no que fizera.
O que Jesus disse à mulher junto ao poço de Jacó? “Mulher, aquele, porém, que beber da água que Eu lhe der, nunca mais terá sede, para sempre; pelo contrário, a água que Eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” (S.Joã. 4:13,14).  Foi isso o que aconteceu com Maria!
Maria estava no vale, junto aos altos desnudos, aos montes desolados, à terra seca. A vida de Maria era um deserto, um terra seca desértica. Maria tinha sede. Sede da Água Viva!
Qual sua condição neste momento? Onde você está? No deserto espiritual? Em situação pecaminosa?  Você está sedento pela Água da Vida?

III. CONCLUSÃO: VOLTEMOS AO CENÁRIO DE BETÂNIA – S. LUC. 10:40-42

A. AQUI ESTÁ MARTA! – Com muito trabalho por fazer, procurando sua irmã. Aqui está Maria, com muito a aprender, procurando seu Salvador.
Ao ver Maria sua irmã sentada aos pés de Jesus, Marta pediu para que Jesus convertesse Maria devocional numa Maria operacional.
Se você fosse Marta, o que teria feito? Teria chamado Maria de forma silenciosa e polida? Teria entrado na sala e cochichado aos ouvidos dela a fim de não constrangê-la? O que você teria feito?
Maria, será que você poderia vir me ajudar? Maria! Eu preciso de sua ajuda! Talvez ela tenha feito isso, a história não nem que sim nem que não. O certo é que ela tentou chamar atenção de Maria!
Algo que mais me surpreende é que Marta foi queixar-se a Jesus, seu Hóspede! Alguém aqui faria isso?
Tratando-se de um convidado de honra, esse seria a última pessoa à quem recorreríamos.
Marta não pediu a Jesus, mas disse-Lhe: “Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me.” Interessante! Primeiro ela fez com Jesus Se sentisse culpado. “Senhor, não te importas de que minha irmã tivesse deixado que eu fique a servir sozinha?”
O que ela está dizendo? “O Senhor não percebeu que eu estou fazendo todo o trabalho sozinha?” “O Senhor não se importa com isso?”
Você alguma vez parou para pensar como Marta disse isso para Jesus? Ela o chamou para outro aposento? Cochichou ao Seu ouvido? Ou falou abertamente, diante de todos, constrangendo a Maria?

B. AQUI ESTÁ MARIA – Marta conhecia a história de Maria! E porque a conhecia, sabia qual era a sua maior necessidade.
Ela conhecia o seu passado. Quantas noites Marta passou sem dormir imaginando onde sua irmã estaria naquela noite?
Quantas lágrimas Marta derramou devido ao estilo de vida de sua irmã. Quantas vezes seu coração ficou quebrantado por sua irmã.
Agora finalmente sua irmã estava fazendo aquilo que realmente necessitava fazer. E o que Marta fez?
Marta não estava pecando! O que Marta fez não era errado, era bem-intencinado. Não havia nada de errado!
O problema de Marta foi sua atitude e não suas ações. Não foi com o que ela estava fazendo, mas com o que ela escolheu fazer primeiro em sua vida! O problema diz respeito a suas prioridades.
Marta era tão devotada a Jesus como Maria. Apenas não percebeu o que mais agradaria a Jesus.
Marta estava concentrada no serviço e não na comunhão. Há tempo para servir a Jesus e há tempo para sentar aos pés de Jesus.
Quando só temos tempo para servir, corremos o risco de perder grandes oportunidades espirituais.

IV. APÊLO:  VOCÊ É MARTA OU MARIA? – S. LUC. 10: 41,42


A. DE QUE MARTA NECESSITAVA NAQUELE DIA? – De ajuda na cozinha? Ou sentar-se aos pés de Jesus como Maria sua irmã?
Que valor você dá para o que Jesus lhe diz? Qual a importância da bíblia para você?  O que é mais precioso para você? O que Deus diz ou o que você faz?
O que você mais necessita? Atividades, labor, ação, trabalho, corre-corre, ansiedade ou sentar-se aos pés de Jesus?
É fácil ser boa Marta, estar sempre ocupada, atarefada, correndo, cheia de atividades.
As Martas são imprescindíveis na igreja. Na causa de Deus existe um vasto campo para as Martas.
Porém, eu vos digo:  “Só sereis Martas eficazes, quando fordes uma Maria sentada aos pés de Jesus.”

B. QUE VOCÊ SEJA UMA MARIA SENTADA AOS PÉS DE JESUS – Que você faça um compromisso com a oração. Que você faça um compromisso de passar tempo com o Senhor.
Que você sente-se aos pés de Jesus, que você acomode-se aos pés de Cristo, que você ouça-O!  Que você atente para as Suas Palavras.
Se você é Marta, que você sirva ao Senhor, mas que você busque também a boa parte como Maria.
Que suas prioridades seja primeiro com Jesus. Que seu maior desejo, que seu maior anelo seja estar com Jesus, sentar-se aos pés de Jesus, ouvir Jesus.
Que você se atenha a esta sequência, que você seja primeiro uma adoradora como Maria então uma Marta trabalhadora.
Que seu compromisso seja primeiro com Jesus, após com o trabalho, as atividades, os labores.
Que sejamos primeiro adoradores! Então trabalhadores!

                          
                                                     Inicial - 417
                                     HINOS 
                                                     Final   - 298


      
                                      Pr. Ercides Inácio de Oliveira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...